Movimento Slow Beer - Revista Viver Brasil

Revista Viver Brasil de 18 de abril de 2009, coluna de Márcia Queiroz, Foto de Pedro Vilela

Prazer à mesa

Surgido na Itália nos anos de 1980, o Slow Food, movimento que defende o consumo de alimentos artesanais, cuja produção respeite o meio ambiente, ganha adeptos em Minas. Na contramão dos fast-foods, os seguidores da filosofia defendem as tradições regionais e o prazer de saborear alimentos com tranquilidade. Em Minas o braço direito do movimento internacional é o Instituto de Convivialidade e Cultura Alimentar, em Tiradentes. A entidade promove eventos ligados à gastronomia e estimula o cultivo de hortas em escolas. Desde o ano passado, começou a tomar forma também o Slow Beer, movimento surgido na Alemanha para defender e prestigiar as cervejarias de pequeno porte. “A ideia é cobrar ações de proteção comercial junto ao governo, como redução da tributação, para que as pequenas cervejarias continuem tendo seu mercado”, diz o vice-presidente do instituto e dono da microcervejaria mineira Falke, Marco Falcone (foto).


Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lançamento da Larouse da Cerveja, no Bar Anhanguera em São Paulo

Viagem ao Peru

Falke Bier é escolhida "Cervejaria do Ano na América Latina" pelo blog canadense "World of Beer"